sábado, 15 de outubro de 2011

# 500

2011-08-04 (110)

Rua Augusta, Lisboa, Portugal

Augusta Street, Lisboa, Portugal

19 comentários:

  1. Pobreza...que mal va el mundo...
    Bella foto amigo.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  2. Great shot, I like it!

    Nice weekend Sérgio.

    ResponderEliminar
  3. 'Apanhas-te' os opostos...que começam a ser gritantes! Muito boa.

    1 beijo e 1 bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
  4. Gosto da tua lente pelas ruas.
    Um bj

    ResponderEliminar
  5. adoro simplesmente!

    AndreiaL
    http://omeuolharfotografia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. I am impressed with your pictures, well done!

    ResponderEliminar
  7. Siempre ha exitido la pobreza, pero ahora es increible que haya tanta gente pidiendo, esta crisis es muy puñetera.
    Una imagen que no deja indiferente.
    Saludos

    ResponderEliminar
  8. There's quite a contrast in the two men that make this photo particularly interesting! Terrific capture as always, Sergio!

    Sylvia

    ResponderEliminar
  9. os opostos num belo p&b valorizado pelo mendigo (sem abrigo?) e a publicidade ao suplemento alimentar INNEOV (artigo de luxo que reais problemas de queda não resolve). Por outro lado, a decadência da nossa sociedade: o sr. de fato simples que certamente há 10 anos atrás vestiria muito melhor.
    Saliente-se ainda a indiferença... Esta muitas vezes porque estamos desconfiados de tudo e de todos :(

    ResponderEliminar
  10. Life are contrast. Very good shot, thank you for sharing.

    ResponderEliminar
  11. Maravilha de foto! Sensacional P&B! Abraço

    ResponderEliminar
  12. As fotografias de rua são sempre momentos espectaculares e únicos. E esta tem uma mensagem bastante forte.
    Parabéns pelo trabalho.

    ResponderEliminar
  13. Só este...?
    A fotografia está muito boa!
    Há anos que conheço Lisboa e nunca a conheci sem "sem abrigo" e até conheci com "com abrigo" e pedintes, e muito mais.
    Não sei até que ponto vai a realidade, e até que ponto tudo o que vemos em Lisboa é real.
    Trabalhei durante anos no Chiado, conhecia toda a área da Baixa e muitas pessoas que trabalhavam ali, nas lojas, nos Cafés.
    Guardo na memória cenas e histórias presenciadas umas, ouvidas outras.
    Há pouco tempo estive a falar com alguém que conhece o meio como as suas mãos, interessante o que me contou, e o que vi.
    Por isso e por muito mais eu digo, em Lisboa nem tudo o que parece é.
    No Chiado actualmente é melhor passear de olhos bem abertos. Aliás foi sempre necessário, mesmo sem a crise...!
    Só que o desgraçado da fotografia... é mesmo um infeliz.
    Boa semana.
    Maria

    ResponderEliminar
  14. E assim caminhamos , indiferentes.
    Como se fosse bem natural e integrante da paisagem urbana.
    Triste humanidade somos nós.
    Seus olhares são registros jornalísticos, quase sempre.
    E belos de sentimentos.
    abraços

    ResponderEliminar
  15. Obrigado a todos pelos vossos comentários

    Thanks for all your comments

    ResponderEliminar
  16. O pior é que é só mais um...no meio de tanta indiferença.

    ResponderEliminar

Obrigado pela sua opinião

Thanks for your opinion